“Tainá e os guardiões da Amazônia”, coprodução da Sincrocine e Hype, associadas do Brazilian Content, vence a categoria Melhor Série, dos Prêmios Quirino. A premiação da principal vitrine da animação Ibero-americana aconteceu no último sábado, dia 26 de junho. É a segunda vez que o Brasil é vencedor nessa categoria: ano passado, “Irmão do Jorel”, do Copa Studio, também ganhou como Melhor Série da premiação.

Destinada ao público pré-escolar, “Tainá e os guardiões da Amazônia” é uma animação em 3D e 2D, que tem como protagonista Tainá, uma menina órfã da selva amazônica que, acompanhada por seus amigos animais, protege a vida silvestre e a rica biodiversidade de seu hábitat. A série dirigida por André Forni é uma adaptação de uma trilogia de sucesso em live-action e foi estreada internacionalmente pelo canal Nickelodeon e pela plataforma Netflix.

“Esse reconhecimento para nós é muito importante, e espero que ajude a passar uma mensagem sobre o cuidado com a natureza nesta crise do meio ambiente que estamos passando atualmente”, disse o produtor executivo do estúdio Hype, Gabriel Garcia, durante a entrega dos prêmios transmitida pela internet. "Esse reconhecimento veio em boa hora! Para animar a todos os que deram muito por esse trabalho, a prosseguir. A segunda temporada está vindo aí!”, completa Virginia Limberger, da coprodutora Sincrocine.

O Brasil também foi reconhecido como vencedor de Melhor Animação por Encomenda com “Mate?”, uma coprodução internacional com Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai.

Saiba mais no site do Prêmios Quirino.